CAIS lança cartilha com recomendações de segurança em redes sociais

Cerca de 29 milhões de brasileiros utilizam redes sociais. Dados como estes foram apresentados no Dia Internacional de Segurança em Informática (DISI), comemorado na Universidade Federal da Bahia (UFBA) em 2/12. E, pensando em todos os riscos que podem ser encontrados na web, o Centro de Atendimento a Incidentes de Segurança (CAIS) da RNP lança uma cartilha com recomendações de segurança os usuários de redes sociais.

A cartilha Segurança em Redes Sociais: recomendações gerais pode ser baixada no site do DISI e na seção do CAIS no site da RNP.

O objetivo da cartilha é conscientizar os usuários do uso responsável da Internet. As dicas focam nas redes sociais mais populares no Brasil: Orkut, Twitter e Facebook. As principais recomendações, e que valem para qualquer site de relacionamento, incluem:

  • Crie senhas com pelo menos oito caracteres, misturando letras, números e sinais. E troque-as com frequência.
  • Muita atenção na hora de aceitar amigos. Tente reconhecer a pessoa pela foto e informações apresentadas. Amigos demais podem indicar um perfil fraudulento.
  • Cuidado com os encurtadores de URL. Você pode, sem saber, ser direcionado para sites maliciosos.
  • E, sobretudo, não divulgue informações pessoais, como endereço, telefones, e-mail e dados bancários.

As redes sociais são ótimas ferramentas para manter contato com seus amigos, se informar e se divertir. Basta saber como usá-las com responsabilidade.

Sobre o CAIS
O Centro de Atendimento a Incidentes de Segurança (CAIS) atua na detecção, resolução e prevenção de incidentes de segurança na rede acadêmica brasileira, além de elaborar, promover e disseminar práticas de segurança em redes. Criado em 1997, o CAIS também divulga informações e alertas de segurança e participa de organismos internacionais na área.

Sobre a RNP
Responsável pela introdução da Internet no Brasil, em 1992, a RNP opera a rede acadêmica nacional, a rede Ipê. Sua missão é promover o uso inovador de redes avançadas no país. Mantida pelos Ministérios da Ciência e Tecnologia e da Educação, atua no desenvolvimento e na prestação de serviços em três áreas: infraestrutura de redes de alto desempenho, aplicações avançadas e formação de recursos humanos em redes.

A rede Ipê é uma infraestrutura de alto desempenho para colaboração e comunicação em educação e pesquisa que alcança os 26 estados da federação e o Distrito Federal, interligando cerca de 600 instituições de ensino superior e de pesquisa e beneficiando mais de um milhão de usuários. A RNP está conectada às redes acadêmicas latino-americana (RedClara), europeia (Géant) e norte-americana (Internet2), além de ter conexão própria à Internet mundial.


[RNP, 14.12.2009]
Contato: imprensa@rnp.br





ícone Lupa
ícone Lupa

Restringir à: Título Sub-Título Descrição Conteúdo

Data de Início: Data Fim:

Formulário de assinatura