Inauguração conjunta de núcleos da Rede Universitária de Telemedicina une Norte e Sul do Brasil

No próximo dia 25 (quarta-feira), quatro instituições pertencentes à Rede Universitária de Telemedicina (Rute) irão inaugurar simultaneamente seus núcleos da rede: Hospital Universitário Getúlio Vargas e Faculdade de Medicina, da Universidade Federal do Amazonas (Ufam); Hospital Universitário Professor Miguel Riet Corrêa Junior, da Universidade Federal do Rio Grande (Furg); Hospital Escola, da Universidade Federal de Pelotas (Ufpel) e Hospital de Clínicas de Porto Alegre, da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). A inauguração conjunta deste dia 25, unindo instituições do Sul e Norte do Brasil, demonstra a abrangência do projeto Rute, que atualmente é composto por 47 núcleos distribuídos por todas as regiões do país.

A cerimônia será realizada fisicamente em cada instituição e, através de videoconferência, contará com a participação das demais. Após o evento, será apresentada ainda uma sessão de Anatomoclínica, um exemplo de como os membros da Rute podem interagir. Promover a integração entre profissionais da área de saúde e melhorar a infraestrutura para possibilitar esta troca de informações são os objetivos principais da Rede Universitária de Telemedicina, que é coordenada pela Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP), organização também responsável pela Internet acadêmica brasileira. Através da Rute, as instituições pertencentes à rede têm a possibilidade de intensificar suas atividades de telessaúde em três áreas principais: atendimento, pesquisa e ensino.

Na Furg, por exemplo, há planos de usar a infraestrutura da Rute no HU Dr. Miguel Riet Corrêa Jr. para interligar nichos do sistema Universidade Aberta/Furg nos municípios de São Lourenço, São José do Norte, Mostarda, Santo Antônio da Patrulha e Santa Vitória do Palmar, que são polos presenciais. Na Ufpel, a proposta é interligar o Hospital Escola às unidades básicas de saúde, de forma que estas se agreguem à estrutura de educação e pesquisa já presente no hospital. Na UFRGS, a Rute irá favorecer atividades realizadas pelo Hospital de Clínicas de Porto Alegre, como o treinamento de médicos residentes, a teledermatologia e o curso interativo de técnicas de cirurgia básica. Na Ufam, a Faculdade de Medicina e do HU Getúlio Vargas irão complementar as atividades de telessaúde do Hospital Universitário Francisca Mendes, centro de referência em cardiologia de alta complexidade.

Estes são apenas alguns exemplos do que a rede pode proporcionar em um primeiro momento para estas instituições. Com o tempo, a tendência é que as novas parcerias apontem para uma intensificação ainda maior das atividades, contribuindo tanto para a capacitação de estudantes e profissionais de saúde, como também para o fortalecimento das pesquisas nesta área e a disseminação e intensificação do atendimento à distância.

Um outro exemplo da integração entre os profissionais de saúde promovida pela Rute são os SIGs (Special Interest Groups, ou Grupos Especiais de Interesse), nos quais os profissionais de saúde das instituições pertencentes à rede montam uma agenda de videoconferências para debater temas específicos. Além dos debates e discussões de caso, alguns SIGs também realizam diagnósticos e aulas à distância. Atualmente já existem mais de 20 SIGs, que atuam em áreas como Enfermagem, Odontologia, Trauma e Ortopedia, Toxicologia Clínica e Dermatologia, entre outros. Todos os núcleos Rute que inauguram neste dia 25/3 participam de pelo menos um destes grupos.


[RNP, 20.03.2009]
Contato: imprensa@rnp.br





ícone Lupa
ícone Lupa

Restringir à: Título Sub-Título Descrição Conteúdo

Data de Início: Data Fim:

Formulário de assinatura