Ministro da Cultura participou da abertura do 4º Workshop Anual do CineGgrid

Juca Ferreira falou por videoconferência à plateia na Califórnia

O ministro da Cultura, Juca Fereira, participou, nesta segunda-feira, por meio de videoconferência realizada no escritório da RNP em Brasília, da abertura oficial do 4º Workshop Anual do CineGrid, nos EUA. O ministro falou à platéia localizada na Universidade da Califórnia sobre as possibilidades de inserção do Brasil no novo circuito de produção colaborativa de audiovisual.

O evento, que começou no domingo e vai até quarta-feira, dia 9, é organizado pela empresa Pacific Interface e patrocinado pelo CineGrid, uma organização sem fins lucrativos cuja base administrativa localiza-se na Califórnia. O principal objetivo do workshop é avaliar o atual estágio das pesquisas e das experiências realizadas para produzir e distribuir audiovisual em redes de fibra óptica de alta velocidade.

Em seu pronunciamento, Juca Ferreira destacou os esforços do seu ministério em estabelecer diretrizes que façam com que a cultura cumpra o seu papel estratégico no desenvolvimento do país nos próximos dez anos. De acordo com o ministro, uma ampla consulta à sociedade mostrou que “é notável a consciência da população brasileira de que a inovação científica é valor estratégico para a cultura”.

Para o ministro, é fundamental que o Plano Nacional da Cultura, que está sendo discutido no Congresso Nacional, seja acompanhado de uma ampla reflexão sobre as conseqüências políticas que uma interconexão global trará para o conjunto de países em desenvolvimento.

“Para que estas novas promessas tecnológicas não reforcem desequilíbrios nos fluxos internacionais de conteúdos, que tanto prejuízo causa às políticas de proteção à diversidade cultural, é fundamental exercitar a tecnologia do futuro com atenção redobrada. É importante incorporar a reflexão sobre os impactos políticos, econômicos e culturais deste novo cenário, e difundir esta reflexão entre os demais parceiros do hemisfério sul”, advertiu.

Juca Ferreira revelou que o Ministério da Cultura (MinC) está trabalhando em parceria com a RNP para desenvolver uma infraestrutura tecnológica que permita que a cultura brasileira ultrapasse suas fronteiras geográficas.

“Nossos eventos e espetáculos poderão ser licenciados para grandes salas interligadas às redes de alta velocidade com vistas a um novo modelo de negócios ou poderemos propiciar modos constantes de intercâmbio entre diferentes culturas, oportunizando modos de fruição estética de produções culturais”, previu.

A parceria entre o MinC e a RNP tem como intuito fomentar o uso inovador de redes avançadas na produção e distribuição de conteúdos culturais através da infraestrutura da rede acadêmica brasileira, a rede Ipê, operada pela RNP. A organização já conectou à rede Ipê a Cinemateca Brasileira e, em breve, interligará outros nove aparelhos culturais do Rio de Janeiro e mais um em São Paulo.


[RNP, 08.12.2009]
Contato: imprensa@rnp.br





ícone Lupa
ícone Lupa

Restringir à: Título Sub-Título Descrição Conteúdo

Data de Início: Data Fim:

Formulário de assinatura