Retrospectiva RNP 2000: avanços significativos e novo backbone de alta velocidade

A RNP enfrentou dificuldades, superou barreiras e fechou o ano de 2000 com muitos resultados positivos. Os marcos mais importantes foram, em março, a assinatura do acordo de participação no projeto Internet2 norte-americano e, no final de outubro, o término da implantação de seu novo backbone, chamado de RNP2. A nova infra-estrutura elevou os patamares mínimo e máximo de velocidade da rede acadêmica nacional de 64 Kbps e 2 Mbps respectivamente, para 2 Mbps e 155 Mbps. O RNP2 foi planejado para permitir o suporte a experimentos com novos protocolos, serviços e aplicações, além do tráfego convencional (email, web, ftp).

O novo backbone, com tecnologias ATM e Frame Relay, garante a qualidade de serviço e largura de banda para as novas aplicações e testes da rede acadêmica. Foram investidos mais de R$ 24 milhões no RNP2, principalmente em equipamentos e serviços de telecomunicações, financiados em conjunto pelo Programa Interministerial de Implantação e Manutenção da Rede Nacional para Ensino e Pesquisa, firmado em outubro de 1999 entre os ministérios da Educação e da Ciência e Tecnologia, e através de recursos oriundos de aplicações de empresas na Lei de Informática.

A capacidade de troca de tráfego com redes comerciais brasileiras também foi ampliada, melhorando a eficiência do acesso a recursos e sistemas entre estas redes e a RNP2. A principal melhoria implementada foi no serviço de peering com o backbone da Embratel, ampliado de 34 para 70 Mbps, distribuídos em três pontos de troca de tráfego (PTT).

Conexões internacionais de alta velocidade com EUA e Europa

A participação no projeto Internet2 está garantida através da assinatura do Memorandum of Understanding (MoU) entre a RNP e a University Corporation for Advanced Internet Development (UCAID), em 29 de março. Logo no início de 2001 será concluída a etapa de atualização da conexão internacional. Os quatro enlaces de 2 Mbps em uso atualmente serão substituídos por duas conexões de alta capacidade, permitindo a conexão ao Abilene, principal backbone da rede norte-americana de alto desempenho.

Um enlace de 45 Mbps entre Rio de Janeiro e Flórida vai ser oferecido gratuitamente por três anos pela Global Crossing no âmbito do projeto Americas Path (AmPath). Ele será usado apenas para interconexão e colaboração entre redes acadêmicas no desenvolvimento de novas aplicações. Uma outra conexão, de 155 Mbps entre Rio de Janeiro e Chicago, permitirá o escoamento do tráfego de produção de aplicações, ou seja, tráfego que não está associado a experimentação e desenvolvimento de novos protocolos e serviços de redes.

É possível que se estabeleça também uma terceira conexão internacional direta à Europa em 2001, dentro do plano de cooperação Brasil-Alemanha em Ciência e Tecnologia, ligando o RNP2 ao backbone pan-europeu, GEANT.

Bug do milênio foi superado sem problemas

Quando começou, 2000 trazia uma preocupante ameaça operacional para a Rede Nacional de Pesquisa. O temido Bug do Milênio era um risco iminente à operação do backbone brasileiro que atende a 329 instituições de ensino e pesquisa e 15 redes estaduais, somando um universo de mais de 300 mil usuários. No entanto, o trabalho preventivo iniciado em 1998 e que culminou com o plantão de mais de 60 técnicos em vários pontos de presença (PoPs) fez com que o backbone não sofresse uma paralisação sequer durante o período crítico do calendário do Bug (janeiro e fevereiro).

Servidor público NTP stratum 1 é o primeiro do Brasil

Em julho de 2000, a RNP instalou, em Brasília, uma antena que recebe informações de satélites para indicar as horas com precisão praticamente total. Ela alimenta, com tecnologia Global Positioning System (GPS), um servidor público NTP stratum 1. Os servidores NTP – Network Time Protocol – permitem aos clientes a sincronização dos relógios de seus equipamentos a partir de dispositivos conhecidos como "relógios de referência", dentre eles os receptores GPS. Os servidores ligados diretamente aos relógios de referência são chamados de stratum 1. Servidores NTP que usam os stratum 1 como referência são denominados stratum 2 e assim por diante.

Este é o primeiro servidor NTP stratum 1 público instalado no país. Em setembro, a RNP publicou um manual para instalação de serviço NTP em redes locais e está organizando, a partir de seus Pontos de Presença (PoPs), redes estaduais e outras redes autorizadas, uma hierarquia de stratum 2 para uso do público em geral.

RNP Notícias reforça a área de divulgação da RNP

Em março foi lançado o boletim impresso RNP Notícias, que veio se incorporar à área de notícias do site público no esforço de divulgação das atividades da RNP. Além de registrar o trabalho desenvolvido em âmbito nacional pela RNP, o boletim se propõe a divulgar iniciativas, projetos e resultados de redes regionais e, ainda, trazer para o público interessado informes sobre atividades de organizações internacionais que apóiam a evolução da Internet mundial.

Sua publicação é trimestral e a distribuição é gratuita. Atualmente, o RNP Notícias conta com um universo de mais de 2000 assinantes, composto por universidades, bibliotecas, institutos de pesquisa, órgãos governamentais, Imprensa e pessoas físicas.

Website ganha versão em espanhol

Em maio, foi inaugurada a versão em espanhol do site da RNP, que contém praticamente o mesmo conteúdo do site original em português. Todos os recursos estão disponíveis, incluindo o mirror da Internet Engineering Task Force (IETF). Apenas algumas notícias ficaram de fora na versão traduzida. O site da RNP também tem uma versão em inglês, criada em julho de 1999.

ReMAVs ganham novo espaço na World Wide Web

Com o objetivo de ampliar o intercâmbio entre as Redes Metropolitanas de Alta Velocidade (ReMAVs), foi lançado, em setembro,o site das ReMAVs, com informações sobre os consórcios, notícias e artigos técnicos.

Técnicos da RNP apresentam trabalho sobre avaliação de websites no IHC2000

Técnicos do Centro de Informações da RNP publicaram o artigo "Indicadores de Avaliação de Websites" no IHC2000, III Workshop sobre fatores Humanos em Sistemas Computacionais, realizado de 18 a 20 de outubro, em Gramado, RS. O trabalho foi desenvolvido por Clorisval Pereira Júnior e Rodolfo Capeto, da equipe de design da RNP, e propõe indicadores e critérios para a avaliação de qualidade em websites, considerando fatores de planejamento, gestão da informação, design e avaliação de usabilidade. O IHC, é um evento organizado pela comissão especial em Interação Homem Computador da SBC, Sociedade Brasileira de Computação.

RNP promoveu eventos nacionais e internacionais ligados à capacitação profissional

Dentro da missão de operar um serviço de backbone Internet voltado à comunidade de ensino e de pesquisa do Brasil, o treinamento de recursos humanos especializados, com capacidade para operar a rede e acompanhar a implantação de novas tecnologias, cumpre um papel importante. A capacitação interna é uma prioridade, mas a RNP também investe no público externo, participando de palestras e oferecendo eventos abertos, como o II Workshop RNP2 e o workshop Formação de Recursos Humanos em Tecnologia da Informação para o Estado do Rio de Janeiro.

RNP dá curso em Moçambique

Em relação a eventos para o público externo, destaca-se o curso Segurança em Redes Internet, promovido pela RNP, UNESCO e Universidade Eduardo Mondlane (UEM), em Maputo, Moçambique, em março. Os técnicos da RNP enfrentaram as chuvas que praticamente inundaram o país em fevereiro para formar cerca de 20 alunos – todos de Moçambique, exceto um timorense residente neste país.

A turma, formada por técnicos, alunos e funcionários da administração da UEM, recebeu 22 horas de treinamento entre os dias 14 e 17 de março. O programa cobriu tópicos básicos sobre redes, protocolos de comunicação, sistema operacional Unix e aspectos de segurança de redes. "A receptividade foi ótima, todos apresentavam muita dedicação e disposição para aprender", revelou Renata Cicilini, do Centro de Atendimento a Incidentes de Segurança (CAIS) da RNP, no retorno ao Brasil.

Ministro lança novo backbone durante workshop

Em maio, foi realizado, no campus da Universidade Federal de Minas Gerais, o II Workshop RNP2, que contou com a presença do ministro da Ciência e Tecnologia, Ronaldo Mota Sardenberg, e de palestrantes estrangeiros. Representantes das 14 Redes Metropolitanas de Alta Velocidade (ReMAVs) compareceram para apresentar suas experiências e discutir o futuro do projeto. Durante o evento, foi lançado o backbone de alto desempenho, RNP2. A íntegra das apresentações feitas durante o II Workshop RNP2 está sendo editada para publicação em 2001.

Evento discute estratégias para formação profissional em Tecnologias da Informação

Um evento regional, cuja finalidade era a criação de estratégias dedicadas à capacitação profissional, foi promovido pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro (FAPERJ) e organizado pelo Instituto de Matemática Pura e Aplicada (IMPA) e pela RNP no início de setembro, nas instalações do IMPA. O workshop Formação de Recursos Humanos em Tecnologias da Informação para o Estado do Rio de Janeiro reuniu diversos profissionais, técnicos e pesquisadores, organizados em Grupos Temáticos. O resultado de seus trabalhos está disponível no site do evento (em português), criado pela equipe da RNP. A consolidação dos debates vai ser transformada em livro, a ser lançado em 2001, com os relatórios de cada GT e apontando pontos de convergência e de divergência entre os grupos.

Administração de Sistemas para iniciantes

Em outubro, a RNP ofereceu dois cursos de administração e operação de redes TCP-IP para os técnicos iniciantes dos PoPs das regiões norte e nordeste. Os cursos, com 40 horas de duração, procuraram refletir as necessidades reais e os diversos níveis de atuação do administrador de redes, com atividades práticas e uso de ferramentas de apoio gerenciais e administrativas.

Numa parceria entre o PoP Paraná e a RNP, foram oferecidas, de junho a dezembro, cinco turmas de treinamento em Administração de Redes e Suporte Internet. O curso destinava-se a analistas de suporte, gerentes de informática e/ou equipes de projeto e suporte a redes corporativas TCP/IP e provedores Internet.

Capacitação Interna atualiza técnicos que operam o RNP2

O Seminário de Capacitação Interna foi o último grande evento do ano. A sexta edição do evento mais importante da agenda de treinamento da RNP foi realizada entre 11 e 15 de dezembro, em Campinas. Ele é oferecido exclusivamente aos profissionais que operam o backbone acadêmico e tem como objetivo manter o alto nível técnico do pessoal dos Pontos de Presença (PoPs). Este ano, 80 técnicos assistiram a um programa dividido em duas áreas: operação e segurança de redes. Durante o seminário, houve palestras abertas ao público. As palestras foram transmitidas em tempo real por multicast para o staff da RNP e estão disponíveis para download.

Universidade Virtual Pública usa RNP2

A Universidade Virtual Pública do Brasil (UNIREDE), consórcio de universidades públicas constituído por 33 instituições em janeiro, usará o RNP2 como infra-estrutura de conexão entre as instituições para viabilizar o uso de aplicações que utilizam a tecnologia de redes Internet como plataforma para o ensino a distância. O objetivo da UNIREDE é oferecer um conjunto de aplicações estratégicas especialmente voltadas para um Programa de Recuperação do Ensino Superior Público, disseminando educação assistida por meios interativos através da Internet, videoconferência e outras mídias educacionais.


[RNP, 16.01.2001]
Contato: imprensa@rnp.br





ícone Lupa
ícone Lupa

Restringir à: Título Sub-Título Descrição Conteúdo

Data de Início: Data Fim:

Formulário de assinatura