Goiás recebe nova capacidade da rede Ipê
   

Ocorreu, no dia 11/10, o lançamento da nova capacidade da rede Ipê na Universidade Federal de Goiás (UFG). O evento contou com a participação de representantes de diversas unidades acadêmicas da UFG, da Pontifícia Universidade Católica de Goiás (PUC-GO), do Instituto Federal Goiano (IFG), do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac) e da Oi.

A cerimônia começou com uma apresentação do Ponto de Presença da RNP em Goiás (POP-GO), realizada pelo coordenador do POP-GO, Benedito Fonseca. De acordo com ele, os principais clientes da RNP em Goiás são a UFG e o IFG. Os outros clientes são a PUC-GO, a Universidade Estadual de Goiás (UEG), a Embrapa e o Inmetro. Atualmente, a rede possui 14 conexões diretas no estado, operadas pela GVT, Oi e Embratel, além de 15 conexões indiretas, que se apóiam, sobretudo, na Rede Metropolitana de Goiânia, a MetroGyn, da qual a Prefeitura de Goiânia faz uso, por exemplo.

“Até o fim do ano, pretendemos abrir a rede estadual. A medida deve abrir um espaço ainda maior para ser explorado, visto que, com um consumo médio de 300 Mbps, usamos apenas 10% da nossa capacidade de operação”, declarou o coordenador do Ponto de Presença da RNP em Goiás (PoP-GO), Benedito Fonseca.

Em seguida, o diretor geral da RNP, Nelson Simões, defendeu que o conceito de e-ciência – a pesquisa que se beneficia da Internet ou se realiza através da rede – vai se tornar cada vez mais difundido e necessário no futuro. Ele também destacou que “se a RNP está conseguindo atender as demandas com apenas 10% da capacidade, é sinal que temos 90% de espaço para criação e inovação”.

Os principais serviços oferecidos pela rede Ipê concentram-se em processamento de gráficos e dados de clima-tempo, educação a distância com videoconferência e atendimento em saúde a distância de alta qualidade: “A Rute (Rede Universitária de TeleMedicina), da qual o Hospital das Clínicas da UFG faz parte, realiza várias sessões diárias por esse canal”, declarou. Segundo Simões, um dos maiores desafios da RNP é criar estruturas que atendam, de forma satisfatória, desde usuários com exigências mais simples, como envio de mensagens escritas, até cientistas e produtores de conteúdo que precisam de recursos mais avançados, como vídeos em 4K, cuja qualidade de resolução é quatro vezes melhor do que o full HD.

O reitor da UFG, Edward Madureira Brasil, saudou a disposição da RNP em atender às demandas da UFG. “A internet nos obriga a, cada vez mais, trabalhar de forma colaborativa”, declarou. “Frente ao espaço para o desenvolvimento da rede aqui em Goiás, e com o crescimento apontado pela nova capacidade da rede Ipê, esperamos poder recorrer ainda mais à estrutura e, quem sabe, realizar uma reunião do Consuni (Conselho Universitário) via videoconferência, por exemplo”, declarou.






ícone Lupa
ícone Lupa

Restringir à: Título Sub-Título Descrição Conteúdo

Data de Início: Data Fim:

Restringir a busca por conteúdos do tipo: Notícia

 


Notícias RNP em RSS

Você pode receber todas as notícias da RNP em seu computador assim que elas são publicadas, sem precisar visitar o site. O conteúdo desta área é distribuído em formato RSS.