Rede une pastas de ciência e tecnologia das 27 unidades da federação
   

Autor: Rodrigo PdGuerra – Ascom do MCTI


O ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação, Marco Antonio Raupp, inaugurou nesta terça-feira (4/12), na Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP), em Brasília, um projeto que conecta as secretarias de ciência e tecnologia das 27 unidades da federação, por meio da rede Ipê, infraestrutura baseada em transmissão óptica.

Além de personalidades presentes em Brasília, entre elas o secretário executivo Luiz Antonio Elias, a cerimônia teve participação de titulares das pastas estaduais, por videoconferência.

“Essa plataforma é importante como símbolo de uma iniciativa que tomamos com bastante força, em conjunção com todas as secretarias, com vista a implantarmos uma política de Estado para ciência e tecnologia”, disse Raupp. “Uma política de Estado significa que eu não vou, como ministro, só contar para vocês o que o governo federal está fazendo, mas que vamos escutar o que vocês acham que devemos fazer. Precisamos todos decidir em conjunto quais são os nossos objetivos comuns. Estamos grandemente estimulados a fazer brotar nas regiões ideias de como atuar globalmente”.

A Rede de Gestão Integrada de Ciência, Tecnologia e Inovação é resultado de projeto conjunto do MCTI com o Conselho Nacional de Secretários Estaduais para Assuntos de CT&I (CONSECTI), sob coordenação da RNP, organização que planeja e geri a rede acadêmica, a rede Ipê. A iniciativa busca ampliar a comunicação entre as pastas, inserir os gestores regionais na elaboração de políticas federais e reduzir custos de reuniões e viagens.

O diretor geral da RNP, Nelson Simões, ressaltou o papel das secretarias estaduais na estratégia de criar infraestrutura de pesquisa Brasil adentro. “Temos na federação uma possibilidade de trabalhar colaborativamente, encurtando distâncias para o desenvolvimento da ciência no país”, afirmou. “O que nós podemos fazer agora depende basicamente da nossa capacidade de criar projetos conjuntos, utilizar as ferramentas de cooperação e aprender uns com os outros como desenvolver melhor ciência, tecnologia e inovação”.

Já o presidente do CONSECTI, Odenildo Sena, enfatizou o tempo de amadurecimento do projeto. “Houve percalços ao longo desses dez anos em que nós construímos essa parceria com o MCTI e seus institutos, mas nos demos conta de que o compartilhamento é fundamental para fazer a ciência avançar no Brasil”, disse. “Com esse sistema, temos mais descentralização e desconcentração. Eu diria que vai ficar difícil alguém faltar a uma reunião”.

Foto: Augusto Coelho, ASCOM/MCTI
 






ícone Lupa
ícone Lupa

Restringir à: Título Sub-Título Descrição Conteúdo

Data de Início: Data Fim:

Restringir a busca por conteúdos do tipo: Notícia

 


Notícias RNP em RSS

Você pode receber todas as notícias da RNP em seu computador assim que elas são publicadas, sem precisar visitar o site. O conteúdo desta área é distribuído em formato RSS.