Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência homenageia Oscar Niemeyer
   

Autor: Danielle;


A sessão especial dessa quinta-feira (12) da 59ª reunião anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), realizada em Belém, homenageou o arquiteto Oscar Niemeyer. O evento foi transmitido pela Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP), por meio do serviço de conferência web, e coordenado pelo médico e pesquisador Luiz Hildebrando Pereira, do Centro de Pesquisa em Medicina Tropical.

Videoconferência com Oscar Niemayer

De seu escritório no Rio de Janeiro, Niemeyer divulgou para a platéia em Belém uma breve e contundente nota que, mais uma vez, trouxe a público suas posições políticas. Niemeyer, considerado pela União Internacional de Arquitetura o maior arquiteto do século, respondeu a diversas perguntas de estudantes a cientistas em distintas áreas do saber.

Depois de ser elogiado pelo presidente da SBPC, Ennio Candotti, Niemeyer divulgou seu protesto contra “o capitalismo que disputa o poder e ofende a soberania dos povos”. Para Niemeyer, mais importante do que a própria profissão é se ter uma visão mais ampla de mundo, ter interesse pelo próximo. A solidariedade foi a tônica de seu discurso. Por conta dessa filosofia, o arquiteto vai inaugurar, em 2008, uma escola de Arquitetura e Humanidades, onde também se aprenda a pensar mais sobre soluções para o mundo atual.

Citado como mestre e gênio, Niemeyer agradeceu cada elogio, respondendo que se não houver família, amigos e a vontade de mudar o mundo, de nada adianta a criação arquitetônica.

As pessoas vindas de Brasília, Amazonas, Maranhão, Natal, entre outras localidades brasileiras, se emocionaram ao falar com o arquiteto. Um professor da Universidade Federal de Viçosa (MG) e dirigente sindical elogiou a idéia da universidade que será inaugurada por Niemeyer. “As universidades são hoje excessivamente tecnológicas, com muita especialização, mas com pouca sensibilidade humana. As pessoas estão alienadas”, disse o participante. O diretor do Instituto Butantan (SP), Otavio Mercadante, destacou o compromisso social de Niemeyer. “O senhor está mais preocupado em formar cidadãos do que intelectuais”, disse. “Sim, estou, afinal, passamos pela vida em um minuto apenas. Devemos nos organizar, participar mais”, concluiu o arquiteto que completa 100 anos de idade em dezembro.

Clique aqui para assistir à palestra.






ícone Lupa
ícone Lupa

Restringir à: Título Sub-Título Descrição Conteúdo

Data de Início: Data Fim:

Restringir a busca por conteúdos do tipo: Notícia

 


Notícias RNP em RSS

Você pode receber todas as notícias da RNP em seu computador assim que elas são publicadas, sem precisar visitar o site. O conteúdo desta área é distribuído em formato RSS.